Orgão Oficial

RelatosCBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

Artigos Relacionados

1 a 30 De 37 resultado(s) para: Intussuscepção. Abdome Agudo. Obstrução Intestinal. Laparotomia.

Divertículo de meckel perfurado por palito de dente

Meckel's diverticulum perforated per toothpick

Carlos Roberto Naufel Júnior, TCBC-PR; Michelle Varaschim; Andrea Mendes de Oliveira Naufel; Eduardo I. Casagrande Perraro

Relatos Casos Cir. 2016;(4): 1-3 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Os autores descrevem um paciente operado com abdome agudo com achado intraoperatório de Divertículo de Meckel por perfuração com palito de dente.


Palavras-chave: Divertículo Ileal. Trato Gastrointestinal. Perfuração Intestinal. Abdome Agudo.

Torção anexial por cisto dermoide como diferencial de apendicite aguda

Anexial torsion by dermoid cyst as a differential diagnosis of acute appendicitis

Everardo Leite Gonçalves, TCBC-CE; Francisco Marcus Lima Almeida; Carlos Magno Queiroz da Cunha; João Sotero Veras Neto Cavalcante; Matheus Facó Jesuíno Simões

Relatos Casos Cir. 2016;(4): 1-2 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Os abdomens agudos ginecológicos devem ser sempre lembrados no diagnóstico diferencial de apendicite aguda, tendo em vista a proximidade desses órgãos. Apresentamos aqui um caso clinicamente típico de apendicite aguda, onde a causa desses sinais e sintomas eram oriundos de torção anexial por cisto dermoide.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Doenças dos Anexos. Cisto Dermoide. Apendicite.

Torção primaria de omento como causa rara de abdome agudo - relato de caso

Primary omental torsion, a rare cause of acute abdomen - case report

Marina Gabrielle Epstein; Julio Zonzini Maximo de Carvalho; Isadora Piccinini; Luiz Vagner Sipriani Júnior; Marcelo Augusto Fontenelle Ribeiro Júnior, TCBC-SP

Relatos Casos Cir. 2016;(3): 1-2 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A torção primária de omento é uma causa rara de abdome agudo. Sua apresentação clínica é semelhante à de uma apendicite. Este é um relato de caso de uma paciente feminina, jovem, com abdome agudo diagnosticado como torção de omento pela laparoscopia. A realização de laparoscopia diagnóstica no abdome agudo de origem indeterminada aumentaria o diagnóstico de torção de omento, e também sua subsequente intervenção terapêutica.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Omento. Cavidade Abdominal. Neoplasia. Laparotomia.

Abdome agudo obstrutivo intratorácico por hérnia diafragmática: relato de caso

Obstructing acute abdomen in intra-thoracic diaphragmatic hernia: a case report

Danilo Felix Daud, TCBC-TO; Marcos Menezes Freitas de Campos; Ridelson Alves da Costa de Miranda; Luiz Judeci Pereira de Carvalho Júnior; Heloiza Gutierrez Yamamoto

Relatos Casos Cir. 2016;(3): 1-4 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

No presente estudo, relatamos o caso de um paciente de 28 anos com hérnia diafragmática traumática apresentando-se como abdome agudo obstrutivo três anos após acidente com arma branca.


Palavras-chave: Hérnia Diafragmática. Abdome Agudo. Ferimentos e Lesões. Ferimentos Penetrantes.

Cisto mesentérico jejunal infectado simulando apendicite aguda

Infected mesenteric cyst of jejunum simulating acute appendicitis

Francisco Wendel de Sousa Arruda; Janiel Carvalho Ponte; Ana Cristina Fiuza de Albuquerque; Geterson Bezerra Moreira; Artur Guimarães Filho, TCBC-CE

Relatos Casos Cir. 2017;(1): 1-3 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Cistos mesentéricos se localizam entre os folhetos do mesentério de qualquer segmento do intestino delgado ou cólon. Têm baixo potencial de malignidade e bom prognóstico. São assintomáticos na maioria dos casos, sendo diagnosticados incidentalmente pela realização de exames de imagem ou após exploração cirúrgica abdominal por outros motivos. Exames de imagem podem ajudar no diagnóstico e no planejamento terapêutico. O tratamento de escolha é a enucleação do cisto. Relatamos um caso de cisto mesentérico que gerou quadro de abdome agudo, simulando apendicite em criança.


Palavras-chave: Cisto Mesentérico. Abdome Agudo. Apendicite.

Obstrução intestinal secundária a gossipiboma

Intestinal obstruction secondary to gossypiboma

Edmilson Celso Santos; Julia Fabrini Machado; Pedro Corradi Sander; Bárbara Magalhães Munhoz

Relatos Casos Cir. 2017;(2): 1-3 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A presença de corpo estranho na cavidade abdominal pode evoluir de forma assintomática ou resultar em complicações graves. Relatamos o caso de um paciente de 76 anos, submetido a gastrectomia subtotal por adenocarcinoma gástrico há quatro anos, que evoluiu com quadro de obstrução intestinal por massa subfrênica que, à laparotomia, mostrou tratar-se de um gossipiboma.


Palavras-chave: Obstrução intestinal. Corpos Estranhos. Laparotomia.

Cisto de duplicação gástrica em lactente

Gastric duplication cyst in infant

Letícia Alves Antunes; Carolina Talini; Bruna Cecília Neves de Carvalho; Thaissa Gibim Ponçano; Sylvio Gilberto Andrade Avilla

Relatos Casos Cir. 2017;(2): 1-3 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Duplicações do trato alimentar são anomalias congênitas raras que normalmente se tornam sintomáticas na infância. Os cistos de duplicação gástrica correspondem a 8% dos casos. Relatamos um caso raro de duplicação gástrica em paciente pediátrico com vômitos volumosos de conteúdo alimentar, submetido à laparotomia para ressecção do cisto.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Laparotomia. Trato Gastrointestinal. Criança.

Volvo de íleo devido a aderência intra-abdominal em paciente sem cirurgia prévia

Ileum volvolus due to intra abdominal adhesion in a patient without prior surgery

Carlos Magno Queiroz da Cunha; Giovanni Troianni Neto; Rommel Reno Porcino Reinaldo; Everardo Leite Gonçalves; André Costa Matos Lima; Francisco Julimar Correia de Menezes

Relatos Casos Cir. 2017;(3): : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Volvo de intestino delgado é uma apresentação rara e 80% dos casos ocorrem em lactentes decorrente de alteração na rotação intestinal. Em adultos, essa afecção é relacionada a aderências intra-abdominais após um procedimento cirúrgico prévio e raramente, ocorre na ausência dessa condição prévia. Relatamos o caso de um homem de 39 anos de idade com quadro de abdome agudo obstrutivo por volvo de íleo não relacionado à má rotação intestinal ou cirurgias prévias.


Palavras-chave: Volvo Intestinal. Obstrução Intestinal. Abdome Agudo.

Fístula colecistogástrica e íleo biliar

Cholecystogastric fistula and gallstone ileus

Cláudio Franco do Amaral Kfouri, AcCBC-SP; Guilherme Paulo Carvalho Amorim; Maria Clara Ferreira Nonato Romania; Cleibe Nicácio da Silva; Claudinei da Silva

Relatos Casos Cir. 2017;(3): : Relato de Caso

Resumo PDF PT

As fístulas bilio-digestivas espontâneas são comunicações anormais entre as vias biliares extrahepáticas e as vísceras ocas adjacentes e constituem a complicação mais rara da colecistopatia calculosa, sendo observadas em 0,8% de todos os casos. Dentre elas, a mais rara é a fístula colecistogástrica, somando 3% de todas as fístulas. Apresentamos o caso de uma paciente portadora de fístula colecistogástrica que evoluiu com íleo biliar.


Palavras-chave: Obstrução Intestinal. Fístula Biliar. Doenças dos Ductos Biliares. Doenças do Íleo.

Abscesso hepático secundário à perfuração gástrica por espinha de peixe

Hepatic abscess secondary to gastric perforation by fish bone

Cláudio Franco do Amaral Kfouri, ACBC-SP; Maria Clara Ferreira Nonato Romania; Claudinei da Silva; Cleibe Nicácio da Silva; Guilherme Paulo Carvalho de Amorim

Relatos Casos Cir. 2017;(3): 1-4 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Perfurações do trato gastrointestinal por ingestão de corpos estranhos são extremamente raras e, em aproximadamente 84% dos casos, são causadas por espinhas de peixe. As complicações variam desde alterações inflamatórias leves até a formação de abscessos, obstrução intestinal e sangramento, e o diagnóstico costuma ser tardio devido à inespecificidade dos sintomas. Relatamos o caso de uma associação incomum de perfuração do trato gastrointestinal e formação de abscesso hepático, secundários à ingestão de espinha de peixe.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Perfuração Intestinal. Abscesso Hepático. Corpos Estranhos.

Abscesso hepático secundário à perfuração gástrica por espinha de peixe

Hepatic abscess secondary to gastric perforation by fish bone

Cláudio Franco do Amaral Kfouri, ACBC-SP; Maria Clara Ferreira Nonato Romania; Claudinei da Silva; Cleibe Nicácio da Silva; Guilherme Paulo Carvalho de Amorim

Relatos Casos Cir. 2017;(4): 1-4 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Perfurações do trato gastrointestinal por ingestão de corpos estranhos são extremamente raras e, em aproximadamente 84% dos casos, são causadas por espinhas de peixe. As complicações variam desde alterações inflamatórias leves até a formação de abscessos, obstrução intestinal e sangramento, e o diagnóstico costuma ser tardio devido à inespecificidade dos sintomas. Relatamos o caso de uma associação incomum de perfuração do trato gastrointestinal e formação de abscesso hepático, secundários à ingestão de espinha de peixe.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Perfuração Intestinal. Abscesso Hepático. Corpos Estranhos.

Apendicolito gigante versus íleo biliar: confusão diagnóstica

Giant appendicolith versus gallstone ileus: diagnostic puzzle

Camila Horr Zaki, AsCBC-RS; João Victor Vecchi Ferri; Lucas Kreutz Rodrigues; André Ricardo Pereira da Rosa, TCBC-RS

Relatos Casos Cir. 2017;(4): 1-3 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A apendicite aguda é causa comum de abdome agudo, acometendo até 7% da população mundial. No interior do apêndice podem se formar estruturas calcificadas conhecidas como apendicolitos, compostos de fezes endurecidas e depósito mineral que, quando presentes em casos de apendicite, se associam a maior índice de perfuração e de formação de abscessos. Os apendicolitos maiores de 2 cm são extremamente raros. Apresentamos o caso de um paciente portador de apendicite aguda com apendicolito gigante.


Palavras-chave: Apendicite. Abdome Agudo. Apendicectomia. Cálculos Biliares.

Síndrome de Bouveret: abordagem cirúrgica não definitiva

Bouveret syndrome: non-definitive operative approach

João Victor Vecchi Ferri; Camila Horr Zaki, AsCBC-RS; Celto Pedro Dalla Vecchia Junior; Bernardo Silveira Volkweis, ACBC-RS; Ignácio Osório Mallmann

Relatos Casos Cir. 2017;(4): 1-3 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A síndrome de Bouveret é uma condição clínica rara, de obstrução do estômago distal ou duodeno por um grande cálculo biliar, após a formação de uma fístula biliar. O tratamento agudo envolve a resolução da obstrução, seja por endoscopia digestiva, litotripsia extracorpórea, laparoscopia ou cirurgia aberta. Nos casos submetidos à intervenção cirúrgica, muitas vezes, deve-se optar pelo tratamento conservador desobstrutivo, deixando a colecistectomia e a resolução da fístula biliar para um segundo momento, após otimização clínica do paciente. Relatamos um caso de síndrome de Bouveret causada por um cálculo de 3 cm de diâmetro impactado no bulbo duodenal.


Palavras-chave: Obstrução da Saída Gástrica. Obstrução Intestinal. Cálculos Biliares. Obstrução Duodenal. Fístula Intestinal. Endoscopia do Sistema Digestório. Procedimentos Cirúrgicos Operatórios.

Tumor estromal gastrointestinal de Íleo terminal

Gastrointestinal stromal tumor of the terminal Ileum

Rafael Victor Mierzwa; Luciano Dotta Guarienti; Marcelo Moreno

Relatos Casos Cir. 2017;(4): 1-3 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

O tumor estromal gastrointestinal (GIST) é uma neoplasia rara, originária das células intersticiais de Cajal, localizadas no plexo mioentérico de Auerbach do tubo digestivo. O GIST se caracteriza pela expressão do receptor CD 117 (c-Kit) em exame de imuno-histoquímica. São mais comuns no estômago e, neste caso, possuem bom prognóstico se diagnosticados precocemente e tratados de forma adequada. O presente trabalho relata uma apresentação clínica incomum de GIST, que deve ser considerado como diagnóstico diferencial em doenças da região íleocólica que se apresentam com quadro de oclusão intestinal.


Palavras-chave: Tumores do Estroma Gastrointestinal. Neoplasias do Íleo. Intussuscepção. Abdome Agudo. Diagnóstico Diferencial.

Gossipiboma manifestado por obstrução intestinal e mimetizando neoplasia ovariana

Gossypiboma manifested by intestinal obstruction and mimicking ovarian neoplasia

Cláudio Franco do Amaral Kfouri, AcCBC-SP; Maria Clara Ferreira Nonato România; Guilherme Paulo Carvalho Amorim; Cleibe Nicácio da Silva; Claudinei da Silva; Luís Marcelo Inaco Cirino

Relatos Casos Cir. 2017;(4): 1-4 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

O esquecimento acidental de corpos estranhos intra-abdominais após cirurgias, especialmente de compressas e gazes, é uma condição incomum e recebe o nome de gossipiboma. Devido ao quadro clínico inespecífico, o diagnóstico torna-se um desafio e muitas vezes se dá apenas no pós-operatório. A incidência do gossipiboma é de 1:1.500 laparotomias e possui uma taxa de 18% de mortalidade. Relatamos o caso de uma paciente de 36 anos com quadro de obstrução intestinal e massa abdominal que mimetizava neoplasia ovariana, que à laparotomia, mostrou tratar-se de gossipiboma deixado na cavidade pélvica após salpingectomia de urgência por gravidez ectópica realizada seis anos antes.


Palavras-chave: Corpos Estranhos. Tampões de Gaze Cirúrgicos Obstrução Intestinal. Neoplasias Ovarianas.

Divertículo de Meckel obstruído por fitobezoar

Meckel's diverticulum obstructed by phytobezoar

Nilson Marquardt Filho; Leonardo Rasche; Vitor Campos Horbach; Ana Paula Seibert; Diego Reffati; Daniel Navarini

Relatos Casos Cir. 2017;(4): 1-3 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

O divertículo de Meckel é a anormalidade congênita mais prevalente do trato gastrointestinal, acometendo cerca de 2% a 4% da população geral. Como principal forma de apresentação clínica observa-se o sangramento do divertículo, ocorrendo predominantemente em pacientes jovens, sendo raro na população adulta. Apresentamos o caso de uma paciente operada por obstrução intestinal, cuja etiologia era divertículo de Meckel obstruído por fitobezoar, uma rara causa de obstrução do intestino delgado.


Palavras-chave: Divertículo Ileal. Bezoares. Obstrução Intestinal. Intestino Delgado. Laparotomia.

Peritonite esclerosante encapsulante secundária à trauma ABDOMINAL: relato de caso e revisão de literatura

Sclerosing encapsulating peritonitis secondary to abdominal trauma: case report and literature review

Eberson de Alcântara Cruz; Ivna Cavalcante Barros Sales; Luís Arthur Brasil Gadelha Farias; Madeleine Sales de Alencar; Eline Pereira Alves; João Emmanuel Alexandrino Fortaleza

Relatos Casos Cir. 2018;(2): e1848 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A Peritonite Esclerosante Encapsulante (PEE) é um processo inflamatório crônico caracterizado pela formação de uma membrana fibrocolagenosa densa em volta do intestino delgado. Como apresentação clínica observa-se frequentemente sintomas de obstrução intestinal completa ou incompleta. O diagnóstico perioperatório é desafiador, sendo esta condição muitas vezes diagnosticada durante a cirurgia ou através do histopatológico. Aqui relatamos o caso de paciente do sexo feminino com diagnóstico intra-operatório de PEE cuja etiologia foi trauma prévio por arma branca com realização de laparotomia exploradora, uma causa rara desta condição.


Palavras-chave: Peritonite. Fibrose Peritoneal. Técnicas de Diagnóstico por Cirurgia. Obstrução Intestinal.

Câncer de cólon sigmoide manifestado inicialmente por vólvulo de sigmoide

Sigmoid colon cancer manifested initially by sigmoid volvulus

Cláudio Franco do Amaral Kfouri, ACBC-SP; Maria Clara Ferreira Nonato România; Izabela Barbierei de Freitas; Vinícius de Souza Godoi; Felipe Cavenaghi Fiod; Guilherme Paulo Carvalho de Amorim; Cleibe Nicácio da Silva

Relatos Casos Cir. 2018;(2): e1914 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Aproximadamente 60% das obstruções mecânicas do cólon são causadas por neoplasias, 20% por doença diverticular e cerca de 5% resultam do vólvulo colônico. A clínica para as causas de abdômen agudo obstrutivo geralmente é semelhante e cursa com dor abdominal intensa e parada de eliminação de flatos e fezes. As neoplasias e o vólvulo de sigmoide correspondem a cerca de dois terços das etiologias, porém quando concomitantes tornam-se extremamente raras. Apresentaremos um relato de caso e uma breve revisão da literatura acerca dessas afecções simultâneas que, após o manejo adequado, obteve um bom desfecho.


Palavras-chave: Neoplasias do Colo Sigmoide. Volvo Intestinal. Abdome Agudo.

Melanoma ovariano como etiologia de abdômen agudo

Ovarian melanoma as acute abdomen etiology

Cláudio Franco do Amaral Kfouri, AcCBC-SP; Ana Luísa Ferreira-e-Silva; Andressa Ferreira-e-Silva; Maria Clara Ferreira Nonato Romania; Vinícius Cabral Fernandes; José Ricardo Fraçon Viana Alves; Luciana Borges Lombardi; Wellington Lombardi

Relatos Casos Cir. 2018;(3): e1921 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

O melanoma de ovário é uma neoplasia rara e letal, sendo a maioria dos casos de origem metastática. Possui a capacidade de desenvolver diferentes padrões morfológicos e, quando acomete as mucosas, torna-se de difícil diagnóstico, o que explica a ausência de tumores primários em muitos casos. Acomete principalmente menacmes. Neste artigo será apresentado um caso incomum de melanoma maligno unilateral de ovário, sem evidência clínica de tumor primário em uma paciente em menopausa.


Palavras-chave: Melanoma. Abdome Agudo. Neoplasias Ovarianas.

Apendicite crônica por ingestão de projétil de chumbo: uma causa inusitada de dor abdominal

Chronic appendicitis due to ingestion of lead projectile: an unusual cause of abdominal pain

Carlos Magno Queiroz da Cunha; Rafael da Silva Cunha; Giovanni Troiani Neto; Antonio Gláucio de Sousa Nóbrega, ACBC-CE; Paulo Marcos Lopes

Relatos Casos Cir. 2018;(3): e1980 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A apendicite crônica é uma entidade rara, além de ser repleta de controvérsias até os dias atuais. Representa 5% das apendicectomias realizadas, e a maioria dos pacientes possui sintomas atípicos. Relatamos caso de mulher de 19 anos, com dor abdominal crônica na fossa ilíaca direita e febre, onde os exames radiológicos demonstravam corpo estranho de densidade metálica na projeção do íleo terminal, porém com colonoscopia não elucidativa. A paciente foi submetida à laparotomia, com achado de projétil de chumbo impactado na luz apendicular. Reconhecemos no caso uma oportunidade para a discussão do diagnóstico diferencial da dor abdominal, já que a demora na elucidação e no tratamento da apendicite crônica pode levar a um desfecho trágico.


Palavras-chave: Apendicite. Dor abdominal. Abdome Agudo. Armas. Reação a Corpo Estranho.

Doença de Hirschsprung com aganglionose colônica total associado a sinais clínicos atípicos em um recém-nascido

Hirschsprung's disease with total colonic aganglionosis associated with atypical clinical signs in a newborn

Cláudio Franco do Amaral Kfouri, AcCBC-SP; Maria Clara Ferreira Nonato Romania; Tayna Rodrigues Wandeur; Luana Queiroz Leal; Amanda Vermelho Leão Camargo; Cíntia Cristina Pereira dos Santos; Gabriela Pastre de Oliveira Ignácio; Leandro Ruas Batista; Welington Lombardi

Relatos Casos Cir. 2018;(4): e1904 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A Doença de Hirschsprung (DH), também denominada megacólon congênito, é uma afecção congênita, caracterizada pela ausência dos plexos ganglionares intestinais, resultando em aperistalse e obstrução funcional do intestino no segmento agangliônico. É considerada a principal causa de obstrução funcional em neonatos e a aganglionose colônica total (ACT) a forma clínica com menor prevalência. A singularidade deste caso em relação à evolução do paciente, as dificuldades da equipe médica em definir um diagnóstico e o prognóstico esperado para esse paciente, demonstra a necessidade da discussão sobre este tema.


Palavras-chave: Doença de Hirschsprung. Cirurgia Colorretal. Obstrução Intestinal.

Diverticulite aguda jejunoileal

Acute jejunoileal diverticulitis

Isabela Soucin Maltoni; Eric D. B. Augusto; Daniela de Oliveira Mendes; Martin Marcondes Castiglia; Diego Adão Fanti Silva, TCBC-SP

Relatos Casos Cir. 2018;(4): e2028 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A diverticulite aguda do intestino delgado secundária à diverticulose jejunoileal é uma condição muito rara, acometendo principalmente o segmento jejunal e levando a um quadro de abdome agudo inflamatório. É mais prevalente em idosos, com discreta predileção pelo sexo masculino. Na maioria dos casos, o tratamento é operatório. Este relato apresenta o caso de um paciente de 65 anos de idade com dor abdominal periumbilical intermitente há oito meses, seguida de piora súbita e sinais inflamatórios. O diagnóstico de diverticulite aguda jejunoileal foi realizado por meio de tomografia computadorizada. O paciente foi submetido à ressecção cirúrgica após falha do tratamento não operatório com antibioticoterapia. Por se tratar de uma condição pouco frequente, com apresentação clínica semelhante a outras afecções do trato gastrointestinal, porém com risco de peritonite e sepse abdominal, a diverticulite jejunoileal tem relevância clínica como um diagnóstico diferencial a ser considerado em quadros de abdome agudo inflamatório cuja evolução seja desfavorável.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Diverticulite. Intestino Delgado. Jejuno. Laparotomia.

Gossipiboma intraluminal como etiologia de suboclusão intestinal

Intraluminal gossypiboma as cause of intestinal suboclusion

Fernando Ponce-Leon, TCBC-RJ; Fernando Souto Maior Laranjeira, TCBC-RJ; Márcio José Jamel; Mauro Alpoim Freire, TCBC-RJ

Relatos Casos Cir. 2019;(1): e2076 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A permanência de corpos estranhos em cavidade abdominal com formação de encapsulamento é denominada gossipiboma. É condição grave, porém evitável, podendo se expressar semanas ou meses depois com a formação de massas ou abscessos intra-abdominais, mimetizando até neoplasias, devido à reação fibrótica gerada. Apresentamos caso de paciente de 36 anos com relato de suboclusão intestinal confirmada em exame complementar devido à compressa intraluminal em íleo.


Palavras-chave: Corpos Estranhos. Obstrução Intestinal. Tampões de Gaze Cirúrgicos.

Intussuscepção jejuno-gástrica: uma rara complicação pós-gastrectomia

Jejunogastric intussusception: a rare complication postgastrectomy

Bruno Amantini Messias, TCBC-SP; Érica Rossi Mocchetti; Noelle Carbonieri; Ana Fatima Mineiro

Relatos Casos Cir. 2019;(1): e2124 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A intussuscepção jejuno-gástrica é uma rara complicação pós-gastrectomia a Billroth II ou gastrojejunostomia isolada. Apresenta elevada mortalidade quando seu diagnóstico é feito tardiamente. A etiologia mais plausível é a peristalse da alça intestinal. Geralmente apresenta-se com dor epigástrica associada a vômitos com ou sem sangue. Relatamos o caso de um paciente submetido à laparotomia exploradora para tratamento desta patologia.


Palavras-chave: Intussuscepção. Gastrectomia. Estômago.

Tricobezoar em íleo terminal

Trichobezoar in the terminal ileum

Gilberto Mendes Menderico Júnior; Pedro Castela Malozze; Victor Oliveira Menezes

Relatos Casos Cir. 2019;(2): e730 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Tricobezoar é o acúmulo de cabelo deglutido e não digerido, aderido a alimentos e muco, aprisionado no trato gastrointestinal. Ocorre com maior incidência em jovens do sexo feminino e pacientes psiquiátricos, sendo associado à tricotilomania e tricofagia. Geralmente ocorre no estômago, mas ocasionalmente aparece também na região proximal do duodeno ou em outras regiões do intestino delgado. Pode levar a sérias complicações como abdome agudo obstrutivo e perfuração intestinal.


Palavras-chave: Bezoares. Tricotilomania. Íleo. Obstrução Intestinal.

Intussuscepção intestinal pós-laparotomia em adulto

Ana Cláudia Zanfolin Lóis; Ana Karla Silvestre Santos; Evandro Leite Bitencourt; Bruno de Oliveira Araújo Sousa

Relatos Casos Cir. 2019;(2): e215 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

Intussuscepção intestinal é uma patologia rara em adultos, responsável por menos de 1% dos casos de obstrução intestinal, sendo mais comum em idosos, e relacionada à presença de patologias malignas. Em adultos, possui sintomatologia muito variável e inespecífica, dificultando o diagnóstico e tornando-se quase sempre um achado intraoperatório, diferentemente do que ocorre nas crianças. Casos de intussuscepção intestinal após trauma abdominal e laparotomia são raros, geralmente associados a espasmos da musculatura intestinal ou à presença de suturas intestinais e aderências. O relato apresentado neste artigo trata-se de um caso de intussuscepção pós-laparotomia prévia, realizada devido ferimento penetrante em abdome.


Palavras-chave: Intussuscepção. Abdome Agudo. Obstrução Intestinal. Laparotomia.

Gravidez ectópica abdominal com implante em grande omento

Abdominal ectopic pregnancy with omental implant

Bruno de Oliveira Araujo Sousa, ACBC-TO; Evandro Leite Bitencourt; Victor Vargas de Oliveira; Renata Rossato Araujo

Relatos Casos Cir. 2019;(2): e2113 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A gravidez ectópica é uma condição clínica rara, principalmente quando ocorre na forma abdominal. O diagnóstico geralmente é baseado no exame clínico, associado a exame laboratorial e Ultrassonografia Transvaginal (USG TV). Entretanto, mesmo diante desses exames, o diagnóstico muitas vezes é feito no intra-operatório. Apresentamos um relato de caso de uma mulher de 31 anos, com quadro de abdome agudo hemorrágico, exame laboratorial positivo para gravidez, exames de imagem apenas com líquido livre na cavidade e detecção de saco gestacional implantado no grande omento durante revisão sistemática da cavidade no intra-operatório.


Palavras-chave: Gravidez Ectópica. Gravidez Abdominal. Abdome Agudo.

Paniculite mesentérica como diagnóstico diferencial de abdome agudo

Mesenteric panniculitis as a differential diagnosis of acute abdomen

Marina Rodrigues Lima; Luís Victor Andrade Pontes; Luís Arthur Brasil Gadelha Farias; João Paulo Ribeiro Silva

Relatos Casos Cir. 2019;(2): e2138 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A paniculite mesentérica constitui uma condição rara de etiologia não totalmente conhecida, que afeta o tecido adiposo do mesentério do intestino delgado. Acomete geralmente pacientes do sexo masculino, entre a 6ª e a 7ª décadas de vida. A doença cursa com sintomas gastrointestinais e sistêmicos inespecíficos. Sua patogênese pode estar associada com alguns mecanismos, como história prévia de cirurgia ou trauma no abdome, autoimunidade, síndrome paraneoplásica, isquemia e infecção. Achados em exames de imagens são comuns, sendo a Tomografia Computadorizada (TC) o exame de eleição para investigação e diagnóstico. Aqui relatamos o caso de uma paciente do sexo feminino que apresentava quadro clínico de abdome agudo e foi diagnosticada, pelo exame de imagem, com paniculite mesentérica. O tratamento depende da gravidade da doença, sendo a cirurgia, comumente indicada nos casos de obstrução intestinal aguda.


Palavras-chave: Paniculite Peritoneal. Abdome Agudo. Diagnóstico Diferencial. Tomografia.

Má rotação intestinal em adulto

Intestinal malrotation in an adult

Mariana Kumaira Fonseca; Carlos Eduardo Bastian da Cunha; Henrique Borges Ribeiro de Oliveira; Eduardo Zanotta Rodrigues; Luis Fernando Strauch de Mello; Jair Garcia; Ricardo Breigeiron, TCBC-RS

Relatos Casos Cir. 2019;(3): e2292 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A má rotação intestinal é uma anomalia congênita do desenvolvimento embrionário gastrintestinal que se manifesta tipicamente na população pediátrica. Constitui uma rara causa de obstrução intestinal na idade adulta, devendo ser lembrada no diagnóstico diferencial de dor abdominal nessa faixa etária devido ao elevado risco de evolução para complicações graves. O presente trabalho relata o caso de um paciente de 48 anos com quadro de abdome agudo obstrutivo submetido ao procedimento de Ladd para tratamento da má rotação intestinal com boa evolução pós-operatória.


Palavras-chave: Volvo Intestinal. Obstrução Intestinal. Adulto.

Torção primária de omento maior

Primary torsion of the greater omentum

Afonso Henrique Zambolin Jaccoud; Camila Martins Barbatto Volpato; Rogério Theodoro de Souza Filho; Pedro Henrique Nunes Sampaio; Roselaine Palhares Alves

Relatos Casos Cir. 2019;(3): e2259 : Relato de Caso

Resumo PDF PT

A torção do omento maior é uma condição na qual o órgão rotaciona sobre o próprio eixo longitudinalmente em extensão significante para promover comprometimento vascular que pode resultar em complicações como necrose, peritonite, aderências e sepse. Entretanto, o diagnóstico pré-operatório é complexo visto que a apresentação clínica mimetiza outras causas mais frequentes de abdome agudo, como a apendicite. O trabalho objetiva descrever o diagnóstico e manejo de uma causa rara de abdome agudo por torção primária de omento com resolução videolaparoscópica.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Omento. Anormalidade Torcional. Laparoscopia.

Copyright 2019 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões