Orgão Oficial

RelatosCBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

VERSÃO EM E-BOOK


Português

Capa

Ano 2016 Fascículo 6
Outubro / Dezembro

Relato de Caso

1 - Remoção endovascular de corpo estranho intracardíaco

Endovascular removal of intracardiac foreign bodies

Keller da Silva Santos, ACBC-SP; Gustavo Eugênio Guimarães Coffler, ACBC-ES; Robert Guimarães Nascimento; Sidnei José Galego; Armando de Carvalho Lobato, ACBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-3

Resumo PDF PT

Os autores relatam a remoção endovascular percutânea com êxito de um corpo estranho (cateter) em ventrículo direito. O paciente segue assintomático.


Palavras-chave: Procedimentos Endovasculares. Migração de Corpo Estranho. Traumatismos Cardíacos.

2 - Rotura gástrica isolada após trauma abdominal fechado

Isolated gastric rupture due to blunt abdominal trauma

Caroline de Melo Nunes; Larissa Soares Bezerra Santos Torres de Melo; Daniellen Lins Lourenço; Amauri Clemente da Rocha, TCBC-AL

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-2

Resumo PDF PT

A ruptura gástrica é uma lesão rara que ocorre com uma incidência de 0,02% a 1,7% no traumatismo abdominal contuso. Geralmente é associado com lesões extra ou intra-abdominais. Relatamos um caso de ruptura gástrica dupla isolada em paciente adulto sem lesões de órgãos adjacentes.


Palavras-chave: Ruptura. Ruptura Gástrica. Ferimentos e Lesões. Traumatismos Abdominais.

3 - Divertículo de meckel perfurado por palito de dente

Meckel's diverticulum perforated per toothpick

Carlos Roberto Naufel Júnior, TCBC-PR; Michelle Varaschim; Andrea Mendes de Oliveira Naufel; Eduardo I. Casagrande Perraro

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-3

Resumo PDF PT

Os autores descrevem um paciente operado com abdome agudo com achado intraoperatório de Divertículo de Meckel por perfuração com palito de dente.


Palavras-chave: Divertículo Ileal. Trato Gastrointestinal. Perfuração Intestinal. Abdome Agudo.

4 - Fístula colecistocutânea

Cholecystocutaneous fistula

Clarissa Santos Neto, ACBC-BH; Antônio Sérgio Alves, TCBC-BH; Marina Cristina de Souza Pereira da-Silva; Sillas Mourão Pinto; Luiza Ohasi de-Figueiredo; Diego Paim Carvalho Garcia, TCBC-BH

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-3

Resumo PDF PT

A fístula colecistocutânea é uma complicação rara da colelitíase biliar crônica em função do diagnóstico precoce, disponibilidade de antibioticoterapia de largo espectro e manejo cirúrgico eficaz das patologias do trato biliar. Este é um relato de uma fístula colecistocutânea em paciente do sexo feminino, 94 anos, com formação de abcesso em região epigástrica e submetida à laparotomia para correção de comunicação cutâneo-biliar, recebendo alta hospitalar 46 dias após a admissão. As fístulas colecistocutâneas devem ser consideradas em virtude de necessidade de abordagem rápida e suporte clínico para bons resultados.


Palavras-chave: Colecistite. Fístula Biliar. Complicações Pós-Operatórias. Colelitíase.

5 - Jejuno biliar (íleo biliar de localização jejunal)

Gallstone jejunum (gallstone ileus by jejunal location)

Rodrigo Leal de-Jesus-Alves; Júlio Muniz Araújo; Eliane Camargo de-Jesus; Sérgio Ibañes Nunes, TCBC-RJ

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-3

Resumo PDF PT

O ileobiliar representa de 1% a 4% dos casos de obstrução intestinal mecânica e decorre do impacto de cálculos biliares na luz intestinal. O ileobiliar localizado no jejuno proximal é uma condição extremamente rara. O conhecimento prévio dessa patologia é de grande importância, pois se trata de uma emergência cirúrgica, com difícil diagnóstico pré-operatório e altas taxas de mortalidade, particularmente em pacientes idosos com comorbidades. Relatamos o caso de um paciente de 88 anos de idade, que apresentou obstrução intestinal por calculo impactado em jejuno proximal, necessitando de tratamento cirúrgico de urgência.


Palavras-chave: Cálculos biliares. Jejuno. Obstrução intestinal.

6 - Linfoma malt primário de pulmão - relato de caso

Lung primary malt lymphoma - case report

Júlio Mott Ancona Lopez, TCBC-SP; André Miotto, ACBC-SP; Pedro Augusto Antunes Honda, AsCBCSP; Jorge Henrique Rivaben, ACBC-SP; Herbert Felix Costa; Daniela Cristina Almeida Dias; Márcio Botter, TCBC-SP; Fabrício Próspero Machado

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-4

Resumo PDF PT

O linfoma primário de pulmão é uma condição rara, que geralmente acomete indivíduos da sexta e sétima décadas de vida, representando apenas 0,5% de todas as neoplasias pulmonares. Relatamos um caso de um paciente do sexo masculino, 66 anos, tabagista 40 maços-ano, assintomático, que em radiografia de rotina teve como achado opacidade pulmonar à direita. A tomografia de tórax revelou massa pulmonar em lobo inferior direito e nódulo em lobo médio. A biópsia por broncoscopia não demonstrou malignidade, porém, como a imagem tomográfica era muito sugestiva de neoplasia pulmonar primária, optou-se pelo tratamento cirúrgico. A biópsia de congelação mostrou neoplasia maligna, então foi realizada a ressecção completa da lesão com bilobectomia pulmonar inferior. A análise imuno-histoquímica da lesão mostrou tratar-se de um linfoma MALT pulmonar. Apesar de ser um tumor raro e de difícil diagnóstico, o prognóstico é bom na maioria dos casos, com altas taxas de sobrevida.


Palavras-chave: Linfoma de Zona Marginal Tipo Células B. Neoplasias Pulmonares. Cirurgia Torácica.

7 - Cisto epidermoide de baço

Epidermoid splenic cyst

Luciano Delgado de Olival, ACBC-DF; Bruno Moreira Ottani, TCBC-DF; André Luís Conde Watanabe, TCBC-DF; Rafael Quaresma de Lima

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-2

Resumo PDF PT

Cistos esplênicos são classificados como cistos verdadeiros ou pseudocistos. A primeira apresentação é mais rara e a segunda é, na maioria das vezes, pós-traumática. Os sintomas costumam ser inespecíficos e o tratamento geralmente é a ressecção esplênica por via laparoscópica ou por laparotomia. Apresentamos um caso de uma paciente do sexo feminino com volumoso cisto esplênico com sintomas compressivos gástricos e dor importante no quadrante superior esquerdo.


Palavras-chave: Cisto Epidermoide. Baço. Sintomas Locais. Sinais e Sintomas Digestórios.

8 - Ampliação farmacológica pré-operatória do abdome com toxina botulínica tipo A

Preoperative pharmacological abdominal expansion with botulinum toxin type A

Renato Miranda de Melo, TCBC-GO; Rafael Naves Tomás; Félix André Sanches Penhavel, TCBC-GO; Lorena Silva Ribeiro; Paula Danielli da Silva Souza

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-3

Resumo PDF PT

A correção de grandes hérnias sem a expansão da cavidade abdominal pré-operatória predispõe a síndrome do compartimento abdominal. O presente relato de caso demonstra uma alternativa promissora para a expansão da cavidade abdominal através da injeção de toxina botulínica tipo A (BTA) intramuscular.


Palavras-chave: Hérnia Abdominal. Toxinas Botulínicas Tipo A. Hipertensão Intra-Abdominal.

9 - Hérnia diafragmática congênita em adulto

Congenital diaphragmatic hernia in adult

Fernanda Lemgruber da Silva Tavares, AsCBC-ES; Marina Barbosa Tavares; Milla de Carvalho Pimentel; Iza Franklin Roza Machado; Edson Ricardo Loureiro, ACBC-ES

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-3

Resumo PDF PT

Hérnia de Bochdalek (HB) é uma hérnia diafragmática congênita que ocorre geralmente à esquerda, é extremamente rara em adultos e 25% dos casos são assintomáticos. Este é um relato de caso de um paciente do sexo masculino de 50 anos de idade, assintomático, com o achado tardio de HB à direita. O diagnóstico foi feito com base em achados incidentais de anomalias na radiografia de tórax e a investigação foi complementada com exames de tomografia computadorizada do tórax. Grande parte do conteúdo da hérnia foi reduzido por laparoscopia, entretanto, conversão cirúrgica foi necessária. Este estudo de caso enfatiza uma apresentação atípica de Hérnia de Bochdalek em adultos.


Palavras-chave: Hérnia. Hérnia Diafragmática. Hérnias Diafragmáticas Congênitas.

10 - Criptococose pulmonar em paciente imunocompetente

Pulmonary cryptococcosis in an immunocompetent patient

Paula dos Santos Marsico Pereira da Silva, ACBC-RJ; Giovanni Antonio Marsico, TCBC-RJ; João Marine; Gustavo Lucas Loureiro; André Luiz de Almeida; Evandro de Toledo-Piza

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-4

Resumo PDF PT

Apresenta-se um relato de um paciente imunocompetente com criptococose pulmonar isolado, sem sintomas respiratórios e com presença de massa pulmonar na radiografia de tórax sugestiva de câncer de pulmão. O paciente não apresentava comorbidades. A criptococose é uma infecção pouco diagnosticada e o seu manejo clínico não está bem definido, pois o tratamento em imunocompetentes é controverso. O presente caso demonstra uma apresentação pouco frequente de criptococose pulmonar.


Palavras-chave: Pneumopatias Fúngicas. Criptococose. Imunocompetência.

11 - Migração intraluminal de tela após herniorrafia incisional

Intraluminal mesh migration following incisional hernia

Fernando Bray Beraldo; Saulo Rollemberg Garcez; Denise Akerman; Marcelo Protásio dos Santos; Nagamassa Yamaguchi, ECBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-2

Resumo PDF PT

Os autores descrevem uma paciente de 52 anos, sexo feminino, que evoluiu com a migração de tela intraluminal no cólon transverso, após uma correção de hérnia incisional. Migração de tela para víscera oca é uma manifestação clínica rara, com potenciais complicações graves.


Palavras-chave: Hérnia Incisional. Migração de Corpo Estranho. Herniorrafia. Fístula do Sistema Digestório.

12 - Achado incidental de câncer colorretal no pós-operatório tardio de duodenopancreatectomia

Late incidental diagnosis of colorrectal cancer after pancreatoduodenectomy

Hamilton Petry de Souza, ECBC-RS; Ricardo Breigeiron, TCBC-RS; Daniel Weiss Vilhordo, ACBC-RS; Lucas Felix Rossi, ACBC-RS

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-3

Resumo PDF PT

Este é um relato de caso de uma Tomografia por Emissão de Positrons (PET-TC) com diagnóstico incidental de neoplasia de colo assintomática. Uma paciente feminina em acompanhamento pós-operatório oncológico tardio de adenocarcinoma pancreático apresentou valores anormais de CA 19.9. Colonoscopia com biópsia confirmaram adenocarcinoma no colo direito. Imunoquímica demonstrou câncer de colo, uma nova e segunda neoplasia nesta paciente.


Palavras-chave: Pancreaticoduodenectomia. Neoplasias colorretais. Achados incidentais.

13 - Tumor estromal gastrointestinal de duodeno mimetizando tumor de cabeça pancreática

Duodenal gastrointestinal stromal tumor mimicking pancreatic tumor

Luiz Claudio Landolfi Pereira; Franz Robert Apodaca-Torrez, TCBC-SP; Arlette Jean Abdo Pereira; Maurício Andrade Azevedo, TCBC-SP; Raisa Medeiros de Florenço

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-4

Resumo PDF PT

Tumores estromais gastrointestinais (GIST) são tumores mesenquimais primários incomuns no trato digestivo. Sua localização primária em duodeno é rara. Este é um relato de caso de um GIST duodenal, mimetizando um tumor pancreático. A tomografia computadorizada préoperatória revelou massa hipervascular de 10cm de diâmetro na cabeça pancreática. O exame endoscópico mostrou erosão na mucosa duodenal com sangramento local. O paciente evoluiu bem após a pancreaticoduodenectomia com preservação de piloro.


Palavras-chave: Piloro. Duodenopatias. Ampola Hepatopancreática. Tumores do Estroma Gastrointestinal.

14 - Operação de thal-hatafuku: uma alternativa à esofagectomia no tratamento do megaesôfago dólico - relato de caso

Thal-hatafuku procedure: an alternative for the esofagectomy in the treatment of the dolic megaesophagus - case report

Fernando de Barros, TCBC-RJ; João Soares; Heron Teixeira Andrade dos Santos, TCBC-RJ; Paula dos Santos Marsico Pereira da Silva, ACBC-RJ; Giovanni Antonio Marsico, TCBC-RJ; Eduardo Haruo Saito, TCBC-RJ

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-4

Resumo PDF PT

Os autores descrevem uma técnica alternativa à esofagectomia utilizada para o tratamento cirúrgico em pacientes com grau avançado de megaesôfago (grau IV): a cirurgia de Thal-Hatafuku. Paciente de 17 anos de idade, sexo masculino, natural de Natal, com queixa de disfagia para líquidos e emagrecimento importante. Iniciamos com a realização de incisão completa das camadas da junção esofagogástrica (JEG), 6cm ascendente e 2cm descendente. Fixamos pontos de reparo em ambas as laterais da área estenosada para triangulação da esofagocardiomiotomia. Confeccionamos então a válvula antirrefluxo endoluminal com a parede gástrica anterior com pontos separados de fio inabsorvível 3.0. Seguimos com o fechamento da abertura do esôfago, anteriormente criada, com um patch. Para tal, foi usada a superfície anterior do estômago com pontos separados de fio inabsorvível 3.0, moldada com sonda de Fouchet nº 32. A técnica aqui apresentada, a operação de Thal-Hatafuku, teve um bom resultado neste paciente.


Palavras-chave: Estenose Esofágica. Junção Esofagogástrica. Transtornos da Motilidade Esofágica. Esôfago.

15 - Torção anexial por cisto dermoide como diferencial de apendicite aguda

Anexial torsion by dermoid cyst as a differential diagnosis of acute appendicitis

Everardo Leite Gonçalves, TCBC-CE; Francisco Marcus Lima Almeida; Carlos Magno Queiroz da Cunha; João Sotero Veras Neto Cavalcante; Matheus Facó Jesuíno Simões

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-2

Resumo PDF PT

Os abdomens agudos ginecológicos devem ser sempre lembrados no diagnóstico diferencial de apendicite aguda, tendo em vista a proximidade desses órgãos. Apresentamos aqui um caso clinicamente típico de apendicite aguda, onde a causa desses sinais e sintomas eram oriundos de torção anexial por cisto dermoide.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Doenças dos Anexos. Cisto Dermoide. Apendicite.

16 - Ressecção laparoscópica em cunha de tumores estromais gastrointenstinais junto à cárdia

Laparoscopic wedge resection for gastrointestinal stromal tumors near the cardia

Reinaldo Martins de Oliveira Neto, TCBC-SP; Carlos Roberto Puglia, TCBC-SP; Luiz Fernando Rodrigues Alves de Moura, TCBC-SP; Wagner Kenro Takahashi; Paulo Roberto Corsi, TCBC-SP

Rev. Col. Bras. Cir. 2016;(6):1-3

Resumo PDF PT

Tumores estromais gastrointestinais (GIST) são incomuns, representando menos de 5% de todas as neoplasias gastrointestinais. Apesar do desenvolvimento de novos tratamentos farmacológicos, as ressecções cirúrgicas ainda são a pedra angular do tratamento das lesões primárias. O tratamento cirúrgico minimamente invasivo é uma opção importante do tratamento destas lesões que são seguras e eficazes. A ressecção laparoscópica de cunha tornou-se o tratamento de escolha para lesão abaixo de 5cm e afastada do cardia ou píloro, devido ao risco de estenose. Ressecção de lesões junto à cardia é viável sob alguns cuidados especiais e preocupações. Os autores apresentam dois casos de ressecção laparoscópica de GIST sem complicações.


Palavras-chave: Tumores do Estroma Gastrointestinal. Neoplasias Gastrointestinais. Estômago. Laparoscopia.

Indexada em:

Copyright 2017 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões