Orgão Oficial

RelatosCBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

Capa

Ano 2019 Volume 1
Janeiro / Março

Relato de Caso

Dermatofibrossarcoma protuberans em couro cabeludo - relato de caso e revisão de literatura

Dermatofibrossarcoma protuberans of the scalp - case report and literature review

Thomas Jefferson Reis Pereira; Márcio Costa Fernandes; Vângelis Rebelo; Pedro Henrique Gomes; Jessica Correia; Roseana Medeiros

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2022

Resumo PDF PT

Dermatofibrossarcoma protuberans (DFSP) é uma neoplasia maligna da pele de caráter insidioso, extremamente agressivo localmente, e raramente apresentando metástases à distância. É um tumor raro, correspondendo a menos de 0,1% de todas as neoplasias. Sua incidência maior é em indivíduos do sexo masculino na faixa etária de 20 a 40 anos. O diagnóstico clínico é extremamente difícil, e baseia-se principalmente em critérios histopatológicos. O tratamento é exclusivamente cirúrgico, devendo seguir à risca as margens, uma vez que a recidiva é frequente. Este artigo tem como objetivo descrever um relato de caso de uma paciente jovem, apresentando lesão em couro cabeludo com três recidivas, mesmo após exérese cirúrgica ampla, enfatizando a relevância desta neoplasia no sentido de alertar as possíveis e constantes recidivas.


Palavras-chave: Dermatofibrossarcoma. Couro Cabeludo. Recidiva. Cirurgia de Mohs.

Laringectomia total em criança com rabdomiossarcoma embrionário de laringe

Total laryngectomy in a child with laryngeal embryonal rhabdomyosarcoma

Márcio Costa Fernandes; Marco Antônio Cruz Rocha; Lia Mizobe Ono; Fábio Arruda Binda; Gabriel Pacífico Seabra Nunes

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2024

Resumo PDF PT

Rabdomiossarcoma é um tumor maligno mesenquimal, predominantemente observado em pacientes pediátricos. É extremamente raro em sítio laríngeo, com poucos casos publicados na literatura. A sintomatologia e o seu aspecto macroscópico podem simular outras variantes tumorais da laringe e, portanto, o estudo histopatológico deve ser associado à imuno-histoquímica para o diagnóstico correto. Reportamos o caso raro de um rabdomiossarcoma embrionário tratado através de cirurgia radical e radioquimioterapia adjuvante. Enquanto a conduta em rabdomiossarcomas de cabeça e pescoço envolve desde a cirurgia a procedimentos menos invasivos, o tratamento multimodal também é eficaz, como demonstrado no presente caso. Estudos ainda são necessários para elucidar o comportamento biológico deste tumor e determinar o tratamento mais apropriado.


Palavras-chave: Rabdomiossarcoma Embrionário. Neoplasias Laríngeas; Laringectomia; Quimioterapia.

Ferida cervical associada à lesão esofágica e mediastinite

Neck injury associated with esophageal perforation and mediastinitis

Felipe Arakaki Gushiken; Ruy França Almeida; Luiz Antonio Rivetti; Celso de Castro Pochini, TCBC-SP; Danilo Gagliardi; TCBC-SP

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2025

Resumo PDF PT

Ferimentos cervicais penetrantes são aqueles situados entre a clavícula e a base do crânio, com violação do músculo platisma e podem comprometer a via aerodigestiva, tireoide, veias e nervos de maneira isolada ou associada. Quando há lesão esofágica associada, o tratamento dependerá da extensão e da localização da lesão, tempo de trauma e estabilidade hemodinâmica na avaliação inicial. Relataremos o caso de um paciente jovem do sexo masculino, que apresentou lesão esofágica durante a tentativa de realização de traqueostomia pelo pai do paciente em ambiente domiciliar. Foi admitido no Departamento de Cirurgia da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, seis dias após o evento e que, apesar da instabilidade hemodinâmica à admissão e presença de mediastinite, apresentou bom desfecho clínico após tratamento por meio de cervicotomia e toracotomia.


Palavras-chave: Ferimentos Penetrantes. Lesões do Pescoço. Perfuração Esofágica. Mediastinite.

Reconstrução do nervo facial e da região temporal após ressecção de extenso tumor na base do crânio

Facial nerve and temporal zone reconstruction after resection of an extensive tumor at the base of the skull

André Coelho Nepomuceno; Larissa Cassemiro da Silva; Raphael Martinelli Anson Sangenis; João Paulo Valente; José Luís Braga de Aquino, TCBC-SP; Douglas Alexandre Rizantti Pereira

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2032

Resumo PDF PT

Neste relato de caso é apresentado paciente jovem com extenso tumor de partes moles em base de crânio, acometendo a artéria carótida interna, nervo facial e abaulando pele da região retroauricular esquerda. O tumor recidivou após algumas abordagens prévias e o paciente de 15 anos começou a apresentar sinais de invasão do nervo facial e vestibulococlear. Optou-se pela conduta cirúrgica, apesar dos riscos envolvidos, para não deixar a doença evoluir para um estágio inoperável. A ressecção ampla da lesão durou 26 horas de cirurgia com as equipes multidisciplinares (neurocirurgia, otorrinolaringologia, cabeça e pescoço e cirurgia plástica). O nervo facial foi reconstruído com enxerto de nervo autólogo e a grande falha volumétrica que expunha o cérebro foi reconstruída com retalho miofasciocutâneo anterolateral da coxa esquerda com microanastomose vascular. O paciente evolui com acidente vascular cerebral, meningite e pneumonia. Após dois meses de internação na UTI evoluiu favoravelmente. Houve recuperação da movimentação da mímica facial, e a reconstrução da região temporal foi bem-sucedida. Conclusão: apesar da complexidade do quadro, o tratamento cirúrgico para o paciente jovem é uma alternativa plausível.


Palavras-chave: Sarcoma 180. Osso Temporal. Artéria Carótida Interna. Nervo Facial. Microcirurgia.

Síndrome de Bean como causa rara de obstrução intestinal

Bean's Syndrome as a rare cause of intestinal obstruction

Feliph Miquéias Alcântara de Souza; Ana Clara Leal Soares; João Abner Marins Munhoz; Marco Antônio Carvalho Guedes; Elcimar dos Reis da Silva; Hercules Magalhães Olivense do Carmo

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2045

Resumo PDF PT

A síndrome de Bean, ou Blue Rubber Bleb Nevus Syndrome (BRBNS), é uma desordem vascular rara, caracterizada por malformações venosas multifocais que podem acometer, virtualmente, qualquer parte do corpo. A maioria dos casos ocorre de forma esporádica, no entanto, muitos casos familiares levam a crer que há uma relação genética. O diagnóstico precoce, sobretudo com tratamento adequado, aumenta significativamente a qualidade de vida dos pacientes, bem como reduzem os riscos de complicações fatais. Aqui relatamos um caso cirúrgico relevante, não só por relacionar-se com uma condição infrequente, mas por sua apresentação atípica: BRBNS em um garoto de 13 anos de idade com história de anemia crônica evoluindo com abdômen agudo obstrutivo por intussuscepção intestinal.


Palavras-chave: Anemia. Intussuscepção. Abdômen Agudo. Hemangioma.

Doença de Crohn isolada do apêndice cecal

Isolated Crohn's Disease of the Appendix

Leonardo Passos Vilares Cordeiro; Johanna Alejandra Mora Del Moral Vilares Cordeiro; André Luiz Barbosa; Paula Carolina de Oliveira Andrade; Rudolf Moreira Pfeilsticker; Juliano Félix de Castro

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2047

Resumo PDF PT

A doença de Crohn isolada do apêndice também conhecida por apendicite granulomatosa é uma entidade rara, cuja incidência varia entre 0,2% e 0,6% de todas as apendicectomias. As manifestações clínicas geralmente simulam quadro de apendicite aguda. Os métodos de imagem desempenham um papel importante na detecção, caracterização e vigilância dessa condição clínica. O estudo histopatológico revela alterações semelhantes às observadas na doença de Crohn típica e, a apendicectomia é o tratamento de escolha apresentando mínima morbidade. Os autores apresentam um caso de um adolescente de 18 anos com quadro de dor no andar inferior do abdômen por dez dias. A tomografia computadorizada evidenciou processo inflamatório/infeccioso agudo ou crônico, não sendo possível afastar a hipótese de neoplasia apendicular. O paciente foi submetido à laparoscopia onde se evidenciou apêndice cecal de volume aumentado, de consistência endurecida e aparente infiltração da base e da parede cecal, não se podendo afastar acometimento tumoral. Optou-se por conversão para laparotomia infraumbilical e colectomia parcial direita. Os cortes histológicos da peça cirúrgica mostraram processo inflamatório reacional do apêndice cecal, consideradando-se a possibilidade de doença de Crohn acometendo o apêndice cecal.


Palavras-chave: Apêndice. Doença de Crohn. Dor Abdominal. Diagnóstico Diferencial.

Carcinoma papilífero intracístico mamário bilateral

Intracystic papillary carcinoma of the breast

Welington Lombardi; Bianca Marassato Roncatti; Eduardo Machado Mariano; Julian Noriaki Richter Kawai; Julio de Souza Leite Aranha; Gerson Butignoli Junior; Vinicius Henrique de Souza Reganin

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2061

Resumo PDF PT

O câncer de mama é o câncer feminino mais frequente no mundo, por outro lado, o subtipo carcinoma papilar intracístico (CPI) representa uma forma de manifestação rara dessa patologia, compondo apenas 0,5 a 1% de todos os tumores que acometem as mamas. O CPI caracteriza-se por um tumor solitário, de proliferação papilar com malignização central e que, geralmente, acomete mulheres menopausadas. O tratamento, de um modo geral, consiste na abordagem cirúrgica da mama, associada ou não aos demais tratamentos adjuvantes. O manejo terapêutico do CPI, no entanto, ainda é discutível devido à escassez de diretrizes que indicam a terapêutica apropriada para esse tipo de lesão. No presente trabalho, reportamos o caso de uma paciente que apresentou carcinoma papilar intracístico bilateralmente.


Palavras-chave: Neoplasias da Mama. Carcinoma Papilar. Mastectomia Segmentar.

Oclusão venosa de membro superior em paciente dialítica

Venous oclusion of upper limb in the hemodialysis patient

Diego Nicacio de Brito; Luiz Antônio Azevedo de Accioly; Daniel Barreto Gomes

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2070

Resumo PDF PT

As complicações relacionadas ao acesso de hemodiálise são as causas mais comuns de hospitalização em pacientes com doença renal crônica. A oclusão venosa nos membros superiores resultante de estenose é uma complicação conhecida em pacientes com doença renal em estágio terminal dependentes de hemodiálise, sendo responsável por 20-30% das hospitalizações nesses pacientes. O reconhecimento oportuno e o tratamento precoce são essenciais para prevenir complicações e manter a função de acessos em longo prazo para o paciente em hemodiálise. Com o advento da cirurgia endovascular é possível à realização de um tratamento eficaz nesses pacientes, melhorando a qualidade de vida do paciente. Os autores relatam um caso de oclusão de veia braquiocefálica decorrente de estenose em paciente dialítica.


Palavras-chave: Veia Subclávia. Extremidade Superior. Diálise Renal. Procedimentos Cirúrgicos Vasculares.

Pseudoapendicite aguda por Yersinia pseudotuberculosis

Acute pseudoappendicitis by Yersinia pseudotuberculosis

Bruno Amantini Messias, TCBC-SP; Jaques Waisberg, TCBC-SP; Érica Rossi Mocchetti; Thaís Montero

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2071

Resumo PDF PT

A apendicite aguda é a afecção cirúrgica mais comum nos serviços de urgência. Acomete principalmente paciente jovem e apresenta baixa taxa de mortalidade em casos não complicados. Seu diagnóstico continua desafiador devido à ampla variedade de apresentações. Nesse artigo, relatamos um caso raro de pseudoapendicite por Yersinia pseudotuberculosis em um paciente jovem que foi submetido a tratamento cirúrgico por apendicite aguda.


Palavras-chave: Apendicite. Yersinia pseudotuberculosis. Apendicectomia. Diagnóstico Diferencial.

Abscesso de base de língua: uma causa incomum de obstrução de via aérea

Abscess of the base of the tongue: an unusual cause of airway obstruction

Diego Antônio de Almeida Nunes; Érika Alves Dutra da Silva; Lola Celeste Pantoja Castiel

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2072

Resumo PDF PT

O abscesso de língua é uma entidade incomum com poucos casos descritos na literatura, o qual tem um grande potencial de risco à vida por comprometer a via aérea e disseminação dos agentes patológicos para outras regiões, constituindo um desafio clínico. O abscesso lingual deve ser prontamente reconhecido e tratado como emergência, sendo um potencial causa de obstrução de via aérea, particularmente se o abscesso se encontra na base da língua. Os autores relatam um caso de abscesso agudo do terço posterior da língua com alto risco de obstrução de via aérea devido à corpo estranho.


Palavras-chave: Doenças da Língua. Abscesso. Obstrução das Vias Respiratórias.

Gossipiboma intraluminal como etiologia de suboclusão intestinal

Intraluminal gossypiboma as cause of intestinal suboclusion

Fernando Ponce-Leon, TCBC-RJ; Fernando Souto Maior Laranjeira, TCBC-RJ; Márcio José Jamel; Mauro Alpoim Freire, TCBC-RJ

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2076

Resumo PDF PT

A permanência de corpos estranhos em cavidade abdominal com formação de encapsulamento é denominada gossipiboma. É condição grave, porém evitável, podendo se expressar semanas ou meses depois com a formação de massas ou abscessos intra-abdominais, mimetizando até neoplasias, devido à reação fibrótica gerada. Apresentamos caso de paciente de 36 anos com relato de suboclusão intestinal confirmada em exame complementar devido à compressa intraluminal em íleo.


Palavras-chave: Corpos Estranhos. Obstrução Intestinal. Tampões de Gaze Cirúrgicos.

Doença de Rosai-Dorfman apresentando-se como massa em artéria pulmonar

Rosai-Dorfman disease presenting as a pulmonary artery mass

Israel Lopes Medeiros; Carlos Alberto Cruz Neto; Matheus Souza Mendes; Antero Gomes Neto; Francisco Martins Neto; Bianca Fernandes Távora Arruda

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2078

Resumo PDF PT

A doença de Rosai-Dorfman é uma entidade rara que se caracteriza pela proliferação histiocitária e envolve tipicamente os linfonodos cervicais, embora possa se manifestar em outros órgãos. É uma doença benigna, indolente e autolimitada na maioria das vezes, mas o prognóstico pode ser ruim, com complicações fatais, quando envolve e comprime estruturas vitais como coração e vasos mediastinais. Nós descrevemos o caso de uma mulher de 43 anos com doença de Rosai-Dorfman extranodal, simulando um sarcoma de artéria pulmonar, sendo tratada com pneumonectomia intrapericárdica.


Palavras-chave: Histiocitose Sinusal. Artéria Pulmonar. Sarcoma.

Hérnias incisionais complexas - série de casos tratados com realização de pneumoperitônio progressivo pré-operatório

Complex ventral hernias - series of cases treated with realization of preoperative progressive pneumoperitoneum

Leonardo Maciel da Fonseca; Max Wellington Satiro Justino; Diego Derly Cáceres Lessa; Tiago Giaj-Levra Vandaleti; Jubert Magalhães

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2107

Resumo PDF PT

As hérnias incisionais complexas, com perda de domicílio, são afecções de difícil tratamento e, com grande potencial de complicações. Dentre as complicações, destaca-se a síndrome compartimental abdominal. Essa síndrome é potencialmente fatal e, é caracterizada pela hipertensão abdominal associada à redução do retorno venoso, débito cardíaco e diurese e piora do padrão ventilatório. Este estudo relata quatro casos de grandes hérnias incisionais, em que foi utilizado o pneumoperitônio progressivo pré-operatório como auxiliar do tratamento cirúrgico. Esse procedimento é utilizado para aumentar o continente, para adequar-se ao conteúdo das hérnias incisionais complexas, permitindo a redução da incidência da síndrome compartimental, além de facilitar a realização da herniorrafia.


Palavras-chave: Hérnia Incisional. Pneumoperitônio Artificial. Hipertensão Intra-Abdominal. Herniorrafia.

Intussuscepção jejuno-gástrica: uma rara complicação pós-gastrectomia

Jejunogastric intussusception: a rare complication postgastrectomy

Bruno Amantini Messias, TCBC-SP; Érica Rossi Mocchetti; Noelle Carbonieri; Ana Fatima Mineiro

Relatos Casos Cir. 2019;(1):e2124

Resumo PDF PT

A intussuscepção jejuno-gástrica é uma rara complicação pós-gastrectomia a Billroth II ou gastrojejunostomia isolada. Apresenta elevada mortalidade quando seu diagnóstico é feito tardiamente. A etiologia mais plausível é a peristalse da alça intestinal. Geralmente apresenta-se com dor epigástrica associada a vômitos com ou sem sangue. Relatamos o caso de um paciente submetido à laparotomia exploradora para tratamento desta patologia.


Palavras-chave: Intussuscepção. Gastrectomia. Estômago.

Copyright 2019 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões