Orgão Oficial

RelatosCBC - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões - Journal of the Brazilian College of Surgeons

Capa

Ano 2018 Volume 4
Outubro / Dezembro

Relato de Caso

Gastrectomia vertical como opção de tratamento de uma hérnia diafragmática traumática crônica com gastrotórax estrangulado

Sleeve gastrectomy as a treatment option for a chronic traumatic diaphragmatic hernia with strangulated gastrothorax

Ana Gabriela de Queiroz Figueiredo; Bernardo Verdolin Azevedo; Alexandre Luiz Fiuza, ACBC-RJ; Elaine Vieira Pereira, ACBC-RJ; Guilherme Cotta-Pereira, ACBC-RJ

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e692

Resumo PDF PT

A ruptura traumática do diafragma é uma entidade de diagnóstico desafiador no cenário de emergência quando, avaliando um paciente, vítima de trauma fechado ou penetrante da região tóraco-abdominal. Além disso, ainda mais difícil é identificar as complicações crônicas da hérnia diafragmática não tratada. Neste relato de caso, apresentamos um paciente masculino de 33 anos com herniação gástrica e estrangulamento após cinco anos de uma lesão por arma branca na região tóraco-abdominal anterior esquerda. A gastrectomia vertical foi a opção cirúrgica escolhida na emergência para o tratamento desta hérnia diafragmática traumática crônica estrangulada contendo o fundo e o corpo do estômago necrosados. Lesões à esquerda do diafragma são mais comuns devido ao efeito protetor do fígado no lado direito. Somado a isso, locais de fusão do músculo diafragma durante o período de desenvolvimento embrionário, representam áreas de fraqueza na superfície do diafragma do lado esquerdo. A latência dos sintomas faz o diagnóstico da hérnia diafragmática crônica um desafio para cirurgiões do trauma, aumentando a morbidade dessa condição.


Palavras-chave: Gastrectomia. Hérnia Diafragmática Traumática. Laparotomia.

Hérnia femoral de Richter

Richter's femoral hernia

Milton Sérgio Bohatch Júnior; Amanda Fernandes Vidal da Silva; Nayme Hechem Monfredini; Eric Kakinami; Andre Carminati Lima

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e1902

Resumo PDF PT

A hérnia de Richter é uma condição rara, caracterizada pela protrusão com encarceramento ou estrangulamento da borda antimesentérica intestinal por meio de um pequeno defeito da parede abdominal, podendo progredir rapidamente para necrose e perfuração. A hérnia de Richter é mais incidente entre a sexta e sétima décadas de vida, representa 5-15% de todas as hérnias estranguladas e ocorre, principalmente, associadas a hérnias femorais. Relatamos um caso de hérnia femoral encarcerada de Richter, com sinais de sofrimento de alça, em paciento idoso do sexo masculino.


Palavras-chave: Hérnia Femoral. Parede Abdominal. Herniorrafia.

Bloqueio atrioventricular total após trauma cardíaco contuso

Complete atrioventricular block after cardiac blunt injury

Fernando Spencer Netto, TCBC-PR; José Fernando Martins; Frederico Adatihara Filho; Rafael Franzon

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e1947

Resumo PDF PT

O trauma cardíaco contuso tem um espectro largo de apresentação, que varia do paciente assintomático com alteração laboratorial à ruptura cardíaca. Um homem de 45 anos, sem antecedentes de doença cardíaca, foi atendido no Pronto-Socorro de um hospital terciário após acidente automobilístico. Ao final do atendimento inicial do paciente, havia o diagnóstico traumatismo cranioencefálico (TCE) leve e trauma torácico fechado com pneumotórax bilateral, sendo realizada drenagem torácica tubular fechada com selo d´água bilateralmente na sala de emergência. Evoluiu com bradicardia, piora da perfusão periférica e hipotensão, sendo realizado um eletrocardiograma (ECG) que demostrou um Bloqueio Átrio Ventricular Total (BAVT), sendo realizado um implante de marcapasso provisório transvenoso (MPT). Paciente evoluiu bem, retornando a ritmo sinusal após um período de 24 horas da sua admissão. O MPT foi retirado no terceiro dia de internação hospitalar, quando o paciente recebeu alta. Médicos que são responsáveis pelo atendimento inicial do paciente traumatizado devem estar atentos à possibilidade da contusão miocárdica bem como, a variabilidade de sua apresentação clínica.


Palavras-chave: Contusões Miocárdicas. Acidentes de Trânsito. Arritmias Cardíacas. Bloqueio Atrio-ventricular.

Fratura isolada do troquino: uma patologia rara

Isolated fracture of lesser tuberosity of the humerus: a rare condition

Marta Santos Silva; Ana Ribau; Luís Barros; João Esteves; Pedro Serrano; Pedro Cardoso

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e1962

Resumo PDF PT

As fraturas isoladas do troquino são raras, subdiagnosticadas e o seu tratamento é ainda envolto em controvérsia. Este caso relata o diagnóstico, opções terapêuticas e resultado clínico e funcional de um homem de 30 anos com fratura isolada do troquino, submetido à osteossíntese com parafusos. O caso apresenta um excelente resultado clínico, funcional e radiológico.


Palavras-chave: Fraturas do Ombro. Fixação Interna de Fraturas. Úmero. Traumatologia. Medicina Esportiva.

Tratamento cirúrgico de fratura bilateral de mandíbula atrófica

Surgical treatment in bilateral atrophic jaw fracture

Matheus Silvestre Minucci; Izabella Sol; Daniela Meneses Santos; Cristóvão Marcondes de Castro Rodrigues; Lair Mambrini Furtado; Jonas Dantas Batista

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e1963

Resumo PDF PT

A melhora da expectativa de vida nas últimas décadas levou a um aumento da população de idosos no Brasil e, consequentemente, trouxe um maior número de pacientes dessa faixa etária para o atendimento em diversas áreas da saúde. A exposição dessa população aos traumas, principalmente os craniofaciais, vem exigindo do cirurgião bucomaxilofacial uma maior atenção no que se refere ao tratamento adequado e à redução de fraturas associadas a rebordos maxilares atróficos. As fraturas de mandíbula atrófica representam uma pequena porcentagem dentre as fraturas de mandíbula e são casos de difícil tratamento. O objetivo deste trabalho é relatar o caso clínico de fratura bilateral de mandíbula atrófica em um paciente de 86 anos, vítima de queda da própria altura que foi tratado com fixação interna rígida por meio da instalação de placas e parafusos de titânio.


Palavras-chave: Mandíbula. Fixação Interna de Fraturas. Arcada Edêntula. Fraturas Mandibulares.

Abordagem cirúrgica de fraturas complexas de face: a importância do planejamento sequencial

Surgical approach of complex facial fractures: the importance of sequential planning

Cristovão Marcondes Castro Rodrigues; Izabella Sol; Daniela Meneses Santos; Matheus Silvestre Minucci; Lair Mambrini Furtado; Larissa Gonçalves Cunha Rios; Darceny Zanetta Barbosa

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e1993

Resumo PDF PT

As fraturas múltiplas de face ocorrem com maior frequência a cada dia, principalmente devido a fatores de risco como acidentes automobilísticos, motociclísticos e ferimentos por arma de fogo. As fraturas múltiplas de face recebem a denominação de fraturas panfaciais uma vez que todos os terços faciais apresentam fraturas concomitantes. É muito comum essas lesões estarem relacionadas aos tecidos moles e perdas de estruturas ósseas severas que podem levar a graves deformidades faciais e maloclusão. Devido à ausência de estrutura óssea estáveis, as quais sirvam de arcabouço para a redução das fraturas, esse tratamento é considerado complexo e um desafio para o cirurgião bucomaxilofacial. Graças ao advento da fixação interna rígida, o tratamento das fraturas panfaciais ganhou mais previsibilidade, desta maneira restabelecendo uma condição estética/funcional satisfatória ao paciente. O objetivo desse artigo é discutir a importância de uma sequência de tratamento bem definida e planejada, bem como relatar um caso clínico de fratura panfacial decorrente de acidente de trânsito (carro versus bicicleta), cujo tratamento adotado pela equipe foi a abordagem cirúrgica para realização da fixação das fraturas com placas e parafusos de titânio.


Palavras-chave: Ossos Faciais. Fixação de Fratura. Traumatismos Faciais. Face.

Melanoma metastático mimetizando carcinoma inflamatório de mama: o primeiro relato de caso brasileiro

Metastatic melanoma mimicking inflammatory breast carcinoma: the first brazilian case report

Maria Clara Ferreira Nonato Romania; Cláudio Franco do Amaral Kfouri, AcCBC-SP; Ana Luisa Ferreira e Silva; Andressa Ferreira e Silva; Eduardo Venerando; Luciana Borges Lombardi; Welington Lombardi

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e1996

Resumo PDF PT

Embora a literatura não apresente correlações patológicas entre carcinoma inflamatório de mama e melanoma, é de grande importância relatar a raridade deste caso. Objetiva-se demonstrar a relevância do diagnóstico diferencial do melanoma e do carcinoma inflamatório de mama que, associado à interpretação de exames e reflexão clínica, pode levar a dúvidas no diagnóstico. A paciente avaliada, do sexo feminino, branca, 75 anos, queixava-se de aumento da mama direita há um mês e meio. Ao exame físico, verificou-se mama direita maior que a esquerda, hiperemiada, pele em casca de laranja e axila pétrea. As evidências clínicas indicavam carcinoma inflamatório de mama, mas o exame ana-tomopatológico confirmou o quadro de melanoma de parênquima mamário metastático. Neste caso, exemplifica-se a difícil tarefa da prática médica e salienta-se a necessidade de grande conhecimento por parte do profissional médico para o variado leque de diagnósticos diferenciais até a confirmação do diagnóstico correto.


Palavras-chave: Neoplasias da Mama. Melanoma. Mamografia. Metástase Neoplásica. Diagnóstico Diferencial.

Leiomioma parauretral - caso clínico e revisão da literatura

Paraurethral Leiomyoma - case report and review of the literature

Raquel Catarino; Diogo Pereira; Carlos Ferreira; André Cardoso; Tiago Correia; Manuel Cerqueira; Frederico Reis; Madalena Pimenta; Rui Prisco

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e2002

Resumo PDF PT

INTRODUÇÃO: Os leiomiomas uretrais são doenças raras. Constituem tumores mesenquimatosos com origem no músculo liso uretral e parauretral e surgem mais comumente em mulheres em idade reprodutiva.
CASO CLÍNICO: Mulher de 49 anos, com queixas de massa perineal crescente e dispareunia, com imagem nodular em ressonância magnética nuclear, tratada cirurgicamente com excisão completa do tumor. A análise anatomopatológica demonstrou leiomioma parauretral. A intervenção cirúrgica foi realizada com sucesso, com resolução dos sintomas e sem complicações, nomeadamente incontinência urinária. A paciente permaneceu assintomática, sem evidência de recorrência durante o seguimento.
CONCLUSÕES: Este estudo demonstra um caso de leiomioma parauretral com localização incomum, na vertente distal da uretra, sem de invasão uretral demonstrada em uretrocistoscopia e ressonância magnética nuclear.


Palavras-chave: Leiomioma. Neoplasias Uretrais. Uretra.

Doença de Hirschsprung com aganglionose colônica total associado a sinais clínicos atípicos em um recém-nascido

Hirschsprung's disease with total colonic aganglionosis associated with atypical clinical signs in a newborn

Cláudio Franco do Amaral Kfouri, AcCBC-SP; Maria Clara Ferreira Nonato Romania; Tayna Rodrigues Wandeur; Luana Queiroz Leal; Amanda Vermelho Leão Camargo; Cíntia Cristina Pereira dos Santos; Gabriela Pastre de Oliveira Ignácio; Leandro Ruas Batista; Welington Lombardi

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e1904

Resumo PDF PT

A Doença de Hirschsprung (DH), também denominada megacólon congênito, é uma afecção congênita, caracterizada pela ausência dos plexos ganglionares intestinais, resultando em aperistalse e obstrução funcional do intestino no segmento agangliônico. É considerada a principal causa de obstrução funcional em neonatos e a aganglionose colônica total (ACT) a forma clínica com menor prevalência. A singularidade deste caso em relação à evolução do paciente, as dificuldades da equipe médica em definir um diagnóstico e o prognóstico esperado para esse paciente, demonstra a necessidade da discussão sobre este tema.


Palavras-chave: Doença de Hirschsprung. Cirurgia Colorretal. Obstrução Intestinal.

Vesícula biliar duplicada em colecistectomia videolaparoscópica

Duplicated gallblader in laparoscopic colecistectomy

Raíssa Campos D'Amico; Luciano Ricardo Sfredo; Iúriy Aleksander Graff Kindra; Izabela Rodrigues Villela; Lucas Thá Nassif

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e2021

Resumo PDF PT

A identificação da vesícula biliar duplicada, com ou sem duplicação do ducto cístico, é um achado cirúrgico raro. O reconhecimento precoce desta anomalia contribui para a diminuição de complicações relacionadas à colecistectomia videolaparoscópica. Neste relato, apresentamos o caso de uma paciente mulher, 35 anos, diagnosticada durante o ato operatório com uma vesícula duplicada. Foi realizada colecistectomia videolaparoscópica, por colelitíase sintomática, sendo necessária a realização de colangiografia intra-operatória devido à identificação de estrutura anômala durante a dissecção do trígono de Calot. O diagnóstico pré-operatório da vesícula biliar duplicada é de extrema importância, devido aos riscos de complicações caso a anomalia seja negligenciada durante a cirurgia. Apesar disto, neste caso observou-se êxito na abordagem videolaparoscópica, mesmo na ausência de diagnóstico prévio.


Palavras-chave: Vesícula Biliar. Doenças da Vesícula Biliar. Anormalidades Congênitas.

Gist esofágico como causa de hemorragia digestiva: propedêutica e tratamento

Esophageal gist as cause of digestive hemorrhage: propaedeutic and treatment

Maximilian Pinho Schwermann; Francisco Julimar Correia de Menezes; Thaís Barroso Vieira Costa; André Nunes Benevides; José Eudes Bastos Pinho

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e2027

Resumo PDF PT

Os tumores estromais gastrointestinais (GIST) são as neoplasias mesenquimais mais comuns do trato gastrointestinal. São raros no esôfago. A maioria é assintomática e descoberta incidentalmente. Este artigo relata o caso de um paciente admitido na emergência com hematêmese, submetido à endoscopia digestiva alta que mostrou lesão elevada em esófago médio, sendo submetido à esofagectomia subtotal. Devido à descompensação de valvopatia prévia, teve alta hospitalar no 42º dia de pós-operatório. O diagnóstico de GIST deve ser considerado em casos de hemorragia digestiva com achados de lesão de submucosa e que a cirurgia deve ser indicada como opção curativa.


Palavras-chave: Hemorragia Gastrointestinal. Tumores do Estroma Gastrointestinal. Esofagectomia.

Diverticulite aguda jejunoileal

Acute jejunoileal diverticulitis

Isabela Soucin Maltoni; Eric D. B. Augusto; Daniela de Oliveira Mendes; Martin Marcondes Castiglia; Diego Adão Fanti Silva, TCBC-SP

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e2028

Resumo PDF PT

A diverticulite aguda do intestino delgado secundária à diverticulose jejunoileal é uma condição muito rara, acometendo principalmente o segmento jejunal e levando a um quadro de abdome agudo inflamatório. É mais prevalente em idosos, com discreta predileção pelo sexo masculino. Na maioria dos casos, o tratamento é operatório. Este relato apresenta o caso de um paciente de 65 anos de idade com dor abdominal periumbilical intermitente há oito meses, seguida de piora súbita e sinais inflamatórios. O diagnóstico de diverticulite aguda jejunoileal foi realizado por meio de tomografia computadorizada. O paciente foi submetido à ressecção cirúrgica após falha do tratamento não operatório com antibioticoterapia. Por se tratar de uma condição pouco frequente, com apresentação clínica semelhante a outras afecções do trato gastrointestinal, porém com risco de peritonite e sepse abdominal, a diverticulite jejunoileal tem relevância clínica como um diagnóstico diferencial a ser considerado em quadros de abdome agudo inflamatório cuja evolução seja desfavorável.


Palavras-chave: Abdome Agudo. Diverticulite. Intestino Delgado. Jejuno. Laparotomia.

Carcinoma mamário invadindo cápsula da prótese de silicone

Mammary carcinoma invading silicon prosthesis capsule

Welington Lombardi; Bianca Marassato Roncatti; Clara Rodrigues Anastacio Silva; Eduardo Machado Mariano; Eron Augusto Biscaino Affonso; Gerson Butignoli Junior; Douglas Fernando Zavaglia

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e2029

Resumo PDF PT

O câncer de mama é o câncer feminino mais frequente no mundo, porém, a associação entre o aumento de sua incidência e o uso de prótese mamária de silicone permanece incerta. Na verdade, muitos estudos mostram uma diminuição da incidência de câncer de mama em mulheres com prótese. O presente trabalho tem o intuito de relatar um caso de câncer de mama em uma paciente jovem, após mamoplastia com inserção de prótese de silicone, com invasão da cápsula pelo tumor e crescimento do mesmo para seu interior. Devido à peculiaridade do caso e a ausência de relatos semelhantes na literatura, reconhecemos a importância de sua divulgação.


Palavras-chave: Neoplasias da Mama. Implante Mamário. Mastectomia Segmentar.

Tireoidectomia endoscópica pelo acesso transvestibular (TOETVA)

Transoral endoscopic thyroidectomy by vestibular approach (TOETVA)

Michelle Azevedo Gomes, ACBC-RJ; Guilherme Duque Silva

Relatos Casos Cir. 2018;(4):e1957

Resumo PDF PT

O desenvolvimento das cirurgias minimamente invasivas e a crescente demanda por resultados estéticos cada vez melhores fizeram com que a tireoidectomia transoral pelo acesso vestibular se consolidasse como uma importante opção terapêutica nas patologias cirúrgicas da tireoide. Esse acesso é utilizado em larga escala nos países Asiáticos, especialmente na Tailândia, e se encontra em fase de propagação ao redor do mundo.


Palavras-chave: Neoplasias de Cabeça e Pescoço. Tireoidectomia. Glândula Tireoide.

Copyright 2019 - Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões